Perfuração Traumática

A perfuração traumática, como o próprio nome diz, é a perfuração – causada por um trauma – da membrana timpânica. Esse trauma pode ser consequente a uma pressão sonora, por pancada na região do ouvido ou por algum objeto introduzido no ouvido.

Na avaliação e no tratamento dessa patologia, a causa não é tão importante quanto determinados fatores. O mais importante deles, sem dúvida, é avaliar se houve ou não prejuízo na audição do paciente. Caso ocorra, a variação na audição poderá ser temporária ou permanente. Um exame audiométrico deverá ser requisitado para que esse fator possa ser avaliado.

Outro fator relevante é o tamanho da perfuração da membrana causada pelo trauma. De modo geral, com cuidado e tratamento adequados, as pequenas e médias perfurações fecham-se espontaneamente. As grandes perfurações e as perfurações totais podem requerer uma cirurgia para reconstrução da membrana timpânica.

Um acompanhamento rigoroso deve ser feito pelo otorrinolaringologista para que os riscos de perda da audição e as perfurações permanentes da membrana sejam minimizados.

Convém salientar aos pacientes para que evitem deixar entrar água no ouvido até que o problema seja solucionado e a membrana timpânica esteja restaurada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.